Tamanho do texto

Para resolver os entraves das rodovias do País, a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) estima que sejam necessários R$ 190 bilhões em investimentos na melhoria dessa malha

Agência Estado

Para resolver os entraves das rodovias do País, a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) estima que sejam necessários R$ 190 bilhões em investimentos na melhoria dessa malha. Documento divulgado nesta quarta-feira pela entidade mostrou que, de 95.707 quilômetros (km) pesquisados, 60.053 km não têm condições satisfatórias de pavimento, sinalização ou geometria.

- Estradas privatizadas lideram ranking das melhores

"Apesar dos investimentos realizados pela União e das recentes iniciativas a fim de dinamizar o investimento em infraestrutura de transporte, os recursos disponibilizados ainda estão aquém do necessário", avaliou a CNT.

A entidade lembra que o Plano Plurianual (PPA) do governo para o período entre 2012 a 2015 prevê desembolsos de R$ 82,7 bilhões para infraestrutura rodoviária, mas destaca que apenas R$ 4,7 bilhões foram de fato investidos até agosto deste ano.

A confederação elaborou uma lista com 27 projetos considerados prioritários na avaliação da entidade para melhorar o desempenho econômico do País, que consiste na duplicação e manutenção de 9.926 km de rodovias por um custo de R$ 65 bilhões.

"Esse valor representa 78,6% dos recursos previstos pelo PPA para a manutenção, adequação e expansão de todo o sistema viário nacional. Assim, fica evidente a incapacidade pública de investimentos em infraestrutura de transporte e a necessidade da viabilização desses investimentos com a participação da iniciativa privada", completa o documento.

Entre os 27 trechos apontados, estão 966,5 km da BR 040 entre Brasília e Juiz de Fora (MG), que deve ser licitada pelo governo à iniciativa privada no começo de 2013. Entre os projetos selecionados, também consta a construção do Rodoanel de Belo Horizonte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.