Tamanho do texto

Na comparação anual, a demanda de empresas por crédito em setembro caiu 15%, enquanto no acumulado do ano o indicador tem perda de 3%

Reuters

O reduzido número de dias úteis em setembro afetou a procura de empresas por crédito no período, fazendo a demanda por empréstimos corporativos despencar 17% sobre agosto, de acordo com a Serasa Experian.

Se ajustada pela quantidade de dias úteis, entretanto, essa demanda por crédito em setembro foi 0,5% maior do que em agosto, "refletindo a trajetória de gradual recuperação da atividade econômica, tendência que deverá prevalecer ao longo dos próximos meses", disse a Serasa em nota.

O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito toma como base cerca de 1,2 milhão de registros de pessoas jurídicas (CNPJs) no banco de dados da companhia.

Na comparação anual, a demanda de empresas por crédito em setembro caiu 15%, enquanto no acumulado do ano o indicador tem perda de 3%.

"A demanda das empresas por crédito em setembro de 2012 foi afetada negativamente pelo calendário extremamente adverso deste mês, que contou com apenas 19 dias úteis, a menor quantidade de dias úteis para um mês de setembro desde 2007", disse a Serasa .

O maior recuo na demanda das empresas por crédito em setembro ocorreu nas micro e pequenas empresas, com perda de 17,9% sobre agosto. Nas empresas médias a redução foi 2,5% e nas grandes, houve alta de 0,2% na busca por crédito no período.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.