Tamanho do texto

Presidente da estatal, José da Costa Carvalho Neto, afirma que a redução será compensada por um programa de corte de despesas e custos

Reuters

A Eletrobras terá redução de sua receita de até R$ 8 bilhões por ano diante do processo de renovação antecipada e condicionada de concessões do setor elétrico, estimou nesta terça-feira o presidente da estatal de energia, José da Costa Carvalho Neto, durante evento em São Paulo.

O executivo afirmou que a redução será compensada por um programa de corte de despesas e custos, e pela indenização conseguida pelo governo para os investimentos não amortizados.

"Vamos fazer um PDV (programa de demissão voluntária), vamos reduzir o serviço de terceiros, vamos reduzir outras despesas, vamos aumentar muito a sinergia entre nossas empresas, vamos melhorar a gestão", afirmou ele.

Questionado se essas medidas poderiam incluir venda de ativos, como as distribuidoras federalizadas, Carvalho afirmou que não recebeu "nenhum comando do governo nesse sentido".

O presidente da Eletrobras não precisou o valor da indenização que teria a receber do governo, mas avaliou que a amortização à Eletrobras teria de ser de mais de R$ 20 bilhões.

(Por Anna Flávia Rochas e Bruno Federowski)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas