Tamanho do texto

Segundo o presidente do Banco Central, todas as medidas adotadas de magnitude monetária e fiscal, já mostram consistência da recuperação do nível de atividade

Agência Estado

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou que economistas de mercado ponderam que o Brasil deve crescer 4,3% no segundo semestre e 4% em 2013, o que são previsões em linha com as projeções realizadas pelo FMI na semana passada. O Fundo reduziu as projeções de expansão do Brasil de 2,5% para 1,5% em 2012 e de 4,6% para 4% para o próximo ano.

Tombini destacou que o governo adotou um conjunto de medidas em 2011, sobretudo na área de política monetária, para estimular o nível de atividade. A partir de 31 de agosto, o BC iniciou um ciclo de redução da Selic que a levou atualmente para a marca de 7,25%, uma redução de 5,25 pontos porcentuais no período.

Além disso, ele destacou que o BC ampliou a liquidez do mercado, pois os depósitos compulsórios foram reduzidos de R$ 449 bilhões no ano passado para R$ 353 bilhões em outubro de 2012. Segundo o presidente do BC, contudo, devido à vigorosa magnitude da crise internacional pode ser que esteja tornando mais lenta a recuperação da economia em função das ações de incentivo adotadas pelo governo para o incremento dos investimentos e consumo das famílias.

Como resultado das medidas monetárias e fiscais que o governo adotou nos últimos trimestres para fortalecer a demanda agregada, Tombini destacou que a indústria no Brasil entrou no segundo semestre com estoques menores do que no início deste ano. Segundo ele, com todas as medidas adotadas de magnitude monetária e fiscal, "já demonstra consistência" a recuperação do nível de atividade.

"A economia deve gerar velocidade de crescimento de 4% ou mais no segundo semestre", destacou. "Estímulo à economia pode operar com defasagens de tempo maiores", disse. Ele fez os comentários ao participar de seminário promovido pela Câmara Brasileira de Comércio no Japão.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.