Tamanho do texto

Negociações podem ser feitas por meio do cadastramento de ordens de compra e venda definitivas com o objetivo de facilitar e fomentar o mercado de títulos

Agência Estado

Para dar mais transparência aos negócios com títulos públicos federais no mercado secundário, o Banco Central lança nesta terça-feira (16) a plataforma de negociação eletrônica do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic), pondo em prática umas das mudanças anunciadas em março.

O evento de lançamento da plataforma ocorre em conjunto com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), às 9 horas, no Hotel Intercontinental, em São Paulo.

Entre os participantes, estará o diretor de Política Monetária do BC, Aldo Luiz Mendes, o chefe do Departamento de Operações do Mercado Aberto do banco, João Henrique Simão, e o coordenador-geral de Operações da Dívida Pública da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), Fernando Garrido.

A presidente da Anbima e única mulher a fazer parte da alta diretoria do Banco Bradesco, Denise Pauli Pavarina, abrirá a cerimônia de apresentação das novas funcionalidades do programa.

Em março, o BC anunciou o lançamento da plataforma de negociação do Selic para permitir que os dealers realizassem transações por meio do cadastramento de ordens de compra e venda definitivas.

O objetivo é facilitar a operacionalização das negociações e fomentar o mercado de títulos públicos. Até então, a plataforma Selic tornava possível apenas o registro dos negócios já realizados.


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.