Tamanho do texto

Abertura de capital da companhia, esperada para junho, já havia sido postergada para este mês. Expectativa do mercado era de que a operação movimentaria cerca de R$ 800 milhões

Reuters

A CPFL Energias Renováveis, unidade de energia renovável do grupo CPFL, desistiu da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), diante das condições atuais de mercado. O pedido de desistência do registro do IPO foi protocolado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), informou a empresa em comunicado nesta quinta-feira.

Leia também:  CPFL Renováveis conclui aquisição da eólica Bons Ventos

O IPO da CPFL Renováveis, inicialmente esperado para junho, teve a precificação postergada para ocorrer no início de outubro, segundo informações recentes do IFR, um serviço da Thomson Reuters, citando fontes de mercado.

A expectativa é de que a operação levantasse cerca de R$ 800 milhões, segundo fontes de mercado citadas pelo IFR.

Especialistas comentam que o atual cenário do setor elétrico -- com intervenções do governo e outras incertezas -- tem prejudicado o financiamento das elétricas e a precificação dos ativos do setor.

As ações das empresas elétricas, de uma forma geral, registram forte queda desde o anúncio da renovação das concessões com desconto nas tarifas e da medida provisória com regras sobre intervenção do governo nas companhias.