Tamanho do texto

A mineradora estima produzir 320 milhões de toneladas de minério de ferro em 2013, ante projeção de 312 milhões este ano

Reuters

A Vale prevê que o preço do minério de ferro ficará por enquanto entre US$100 e US$120 a tonelada e a mineradora manterá seus planos de expansão, disse nesta quinta-feira um alto executivo da companhia.

A mineradora prevê que a produção chinesa de aço crescerá de 3% a 5% em 2013, segundo o diretor-executivo de Ferrosos e Estratégia, José Carlos Martins, que afirmou não se preocupar com o preço do minério, que já caiu 20% neste ano e está na casa dos US$104.

"Acredito que os preços ficarão neste nível por enquanto, entre US$100 e US$120, com forte volatilidade", afirmou Martins nos bastidores de um evento do setor na cidade chinesa de Dalian.

Martins disse que não está se preocupando com a queda do preço, alegando que tal redução tirou do mercado os produtores de alto custo.

"Como produtores de baixo custo e focados em custo e qualidade, acreditamos que, independentemente do crescimento, há espaço para nossa companhia, nossos projetos e nosso minério ganharem mercado", disse.

A mineradora estima produzir 320 milhões de toneladas de minério de ferro em 2013, ante projeção de 312 milhões este ano.

A queda nos preços obrigou quase 40% das mineradoras na China a suspender produção, segundo a associação que reúne as produtoras chinesas de minério.