Tamanho do texto

Falência de empresas no País caiu 4% em agosto na comparação com julho, ao passar de 200 para 192 pedidos

Agência Estado

O número de pedidos de falência de empresas no País caiu 4% em agosto na comparação com julho, ao passar de 200 para 192, informou nesta segunda-feira a Serasa Experian. Em relação a agosto de 2011, porém, quando foram registrados 170 pedidos, houve um aumento de 12,9%, segundo o Indicador de Falências e Recuperações.

No acumulado de janeiro a agosto, foram 1.367 requerimentos, ante 1.214 verificados no mesmo período de 2011, um aumento de 12,6%.

Para a Serasa Experian, a queda em agosto sobre julho sinaliza que há setores produtivos em recuperação, como o automotivo. "A redução dos juros tem sido positiva, e, somada aos benefícios fiscais, promove a volta gradual dos consumidores às compras", afirma a empresa, em nota. Dos 192 pedidos de falências de agosto, 118 foram feitos por micro e pequenas empresas, 50, por médias e 24 por companhias de grande porte.

Já as falências decretadas praticamente dobraram de julho para agosto. Foram 80 em agosto, contra 41 registradas no mês anterior. O total de pedidos de recuperação judicial subiu de 68 em julho para 81 em agosto, alta de 19,1% puxada por setores dependentes da economia internacional. As recuperações judiciais deferidas passaram de 53 em julho para 61 em agosto.