Tamanho do texto

Movimento corresponde a recuperação do fraco desempenho apurado no mês passado, por causa de feriados; preços cobrados pelas fábricas por seus produtos aumentaram em agosto

Agência Estado


A produção industrial do Reino Unido registrou em julho o maior avanço mensal desde 1987, com a atividade crescendo no maior ritmo da década. O movimento corresponde a uma recuperação do fraco desempenho apurado no mês passado, por causa de feriados no país. Segundo dados divulgados pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS), a produção industrial britânica saltou 2,9% em julho ante junho, no maior avanço desde fevereiro de 1987, nessa base de comparação.

LeiaCrédito ao consumidor recua em 220 milhões de libras no Reino Unido

Somente o segmento manufatureiro registrou aumento de 3,2% no mês, na alta mais elevada desde julho de 2002. Economistas esperavam ganhos de 1,9% e de 2,0%, respectivamente. Em base anual, a produção industrial do Reino Unido ficou 0,8% mais fraca em julho do que a um ano atrás. Na mesma comparação, a atividade manufatureira declinou 0,5%.

É válido lembrar que em junho a atividade do setor industrial do Reino Unido foi atingida por feriados celebrados no fim de maio e pela paralisação pelas comemorações do Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II. As informações são da Dow Jones.

Preços ao produtor

Os preços cobrados pelas fábricas do Reino Unido por seus produtos aumentaram em agosto, com os custos dos produtores puxados pelos maiores preços do petróleo. Segundo o Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês), o índice de preços ao produtor (PPI, em inglês) "output" subiu 0,5% em comparação com julho e 2,2% sobre agosto do ano passado.

TambémSetor de serviços recua em junho no Reino Unido

A alta anual foi maior do que a de 1,8% registrada em julho, marcando uma recuperação após 11 meses de desaceleração dos preços. Essa também foi a maior alta anual desde janeiro de 2011. A previsão dos economistas consultados pela Dow Jones para o PPI output de agosto era de alta mensal de 0,2%.

O núcleo do PPI output subiu 0,1% em base mensal e 1,2% em base anual. O PPI "input", que mede os custos das matérias-primas e serviços para os produtores, subiu 2,0% em agosto ante julho e 1,4% ante agosto de 2011. A previsão era de aumento mensal de 1,7%. As informações são da Dow Jones.