Tamanho do texto

Número de pessoas que conseguiram quitar seus débitos, limpando o nome no SPC, foi 0,94% menor em relação a agosto do ano passado

Agência Estado

O mês de agosto foi melhor para o comércio do que julho deste ano, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pela Confederação Nacional de Dirigentes Logistas (CNDL). As vendas a prazo, medidas pelo número de consultas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), cresceram 2,52% em relação ao mês imediatamente anterior. Além disso a inadimplência, medida pelo número de registros no SPC, caiu 4,14% na mesma comparação.

Para a entidade, no entanto, as vendas ainda continuam em um movimento "de sobe-e-desce" que vem sendo verificado desde o começo do ano. O dado positivo, porém, é que agosto foi o segundo mês consecutivo de alta. "considerando-se a época do ano, espera-se que nos próximos meses essa tendência deverá continuar", afirma a CNDL. Já na comparação com agosto do ano passado, as vendas caíram 1,69% e a inadimplência recuou apenas 0,45%, nessa comparação.

A CNDL destaca ainda que o número de pessoas que conseguiram quitar seus débitos, limpando o nome no SPC, foi 0,94% menor em relação a agosto do ano passado. "Apesar dos salários aumentarem acima da inflação e da estabilidade dos níveis de emprego, o endividamento de meses anteriores está sendo quitado de forma errática, sem uma tendência claramente definida", observa a CNDL. Ainda assim, a entidade considera que a tendência da inadimplência como um todo é de queda.