Tamanho do texto

No comunicado, BC diz que permanecem limitados os riscos para a aumento da inflação

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central cortou nesta quarta-feira a taxa Selic em 0,5 ponto porcentual para 8% ao ano. Foi o oitavo corte consecutivo na taxa básica de juros, que se encontra no menor patamar da história.

A decisão confirmou a previsão da ampla maioria dos analistas financeiros. De acordo com levantamento do AE Projeções, serviço da Agência Estado, de 81 instituições financeiras consultadas, 79 esperavam uma queda de 0,5 ponto porcentual e duas apostavam em redução de 0,25 ponto.

"Neste momento, permanecem limitados os riscos para a trajetória da inflação. O comitê nota ainda que, até agora, dada a fragilidade da economia global, a contribuição do setor externo tem sido desinflacionária", informou o Copom por meio de nota, repetindo o texto do comunicado anterior, de maio.

A próxima reunião do Copom está marcada para os dias 28 e 29 de agosto. A ata da reunião de hoje será divulgada pelo BC na quinta-feira da próxima semana, dia 19 de julho.

Taxa Selic

Evolução da taxa básica de juros da economia

Gerando gráfico...
Fonte: Banco Central

Veja íntegra da nota do Copom: 

"O Copom considera que, neste momento, permanecem limitados os riscos para a trajetória da inflação. O Comitê nota ainda que, até agora, dada a fragilidade da economia global, a contribuição do setor externo tem sido desinflacionária.

Diante disso, dando seguimento ao processo de ajuste das condições monetárias, o Copom decidiu, por unanimidade, reduzir a taxa Selic para 8,00% a.a., sem viés.

Votaram pela redução da taxa Selic para 8,00% os seguintes membros do Comitê: Alexandre Antonio Tombini, Presidente, Aldo Luiz Mendes, Altamir Lopes, Anthero de Moraes Meirelles, Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo, Luiz Awazu Pereira da Silva, Luiz Edson Feltrim e Sidnei Corrêa Marques."

Com Agência Estado e Reuters