Tamanho do texto

É o segundo problema técnico que a unidade enfrenta desde março; problema pode atrasar data na qual a unidade começará a operar comercialmente

Um reator nuclear em testes da central sul-coreana de Wolsong, perto da cidade de Gyeongju (sudoeste), teve suas operações interrompidas por causa de uma falha em sua turbina. É o segundo problema técnico que a unidade enfrenta desde março, informou a empresa operadora.

MaisSem usinas nucleares, Japão corre risco de falta de energia

O reator Shin Wolsong-1 foi paralisado neste domingo, apenas uma semana após reiniciar suas operações, interrompidas por causa de um erro detectado em março em suas bombas de refrigeração, explicou um porta-voz da Korea Hydro & Nuclear Power, proprietária da central, à agência "Yonhap".

"A interrupção não está relacionada com a segurança do reator ou uma fuga de material radioativo", assegurou o porta-voz, que afirmou que o problema poderia atrasar a data na qual a unidade começará a operar comercialmente, o que estava previsto para julho. Segundo ele, a causa da falha está sendo investigada. Com uma capacidade de um milhão de quilowatts, o Shin Wolsong-1 e o Shin-Wolsong-2, também em testes, são os únicos reatores da Coreia do Sul de água pesada. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.