Tamanho do texto

Comparação é com quarto trimestre do ano passado; em relação aos três primeiros meses de 2011, quase 700 mil empregos foram perdidos, uma diminuição de 0,5%

O número de pessoas empregadas nos 17 países que compartilham o euro caiu em 277 mil, ou 0,2% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o quarto trimestre do ano passado, para 222,9 milhões. As informações foram divulgadas pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Esse foi o terceiro trimestre seguido de declínio do número de empregados. No quarto trimestre, a queda havia sido um pouco maior, de 0,3%.

MaisBCE descarta inflação mais alta em ajuste de países periféricos

Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, 699 mil empregos foram perdidos, uma diminuição de 0,5%, a maior nessa base de comparação desde o segundo trimestre de 2010. Os dados mostram grandes disparidades entre os países. Enquanto na Alemanha o emprego cresceu 0,5% no primeiro trimestre deste ano ante o quarto do ano passado, na Espanha houve queda de 1,2%.

LeiaDesemprego na Grécia no 1º trimestre sobe para recorde de 22,6%

No caso da União Europeia como um todo, houve estabilidade no número de empregados na comparação com o trimestre anterior. Na comparação com o mesmo trimestre de 2011, foi registrado recuo de 0,1%. Todos os números são sazonalmente ajustados, informa a Eurostat.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.