Tamanho do texto

Presidente da autoridade monetária japonesa indicou que pode injetar liquidez no caso de o resultado da eleição grega no domingo iniciar uma nova turbulência

O presidente do Banco do Japão (banco central), Masaaki Shirakawa, prometeu nesta sexta-feira garantir que o sistema bancário do país fique estável, sinalizando prontidão para injetar liquidez no caso de o resultado da eleição grega no domingo iniciar uma nova turbulência.

Shirakawa disse que os bancos centrais estavam sempre em contato próximo uns com os outros e observando cuidadosamente os mercados, que continuam frágeis com temores sobre a eleição grega e a Espanha.

MaisBC do Japão mantém taxa de juros e foca em eleição na Grécia

"Banco centrais compartilham um entendimento de que é importante garantir estabilidade no sistema financeiro", disse ele em entrevista depois que o BC japonês decidiu manter sua política econômica inalterada.

"Se há temores sobre financiamento, os bancos centrais podem oferecer liquidez aos mercados" sob estruturas como acordos de swap de dólar do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) com o BC do Japão e outros grandes bancos centrais.

Ele negou-se a dizer se havia algum plano, ou possibilidades, para bancos centrais tomarem ações coordenadas na semana que vem se as eleições na Grécia abalarem os mercados financeiros.

TambémProdução industrial do Japão recua 0,2% em abril

Autoridades do G20 -grupo das 20 principais economias do mundo- afirmaram à Reuters que bancos centrais desses países estavam prontos para estabilizar os mercados financeiros, fornecendo liquidez e impedindo uma contração de crédito se os resultados da eleição causaram pregões turbulentos.

Como amplamente esperado, o BC japonês manteve o tamanho de sua principal ferramenta de política, o programa de compra de ativos de 40 trilhões de yen (US$ 505 bilhões), guardando seu poder de fogo em caso de uma saída da zona do euro iniciar uma busca pelo yen, considerado um ativo seguro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.