Tamanho do texto

Autoridade monetária japonesa manteve juros em faixa de 0% a 0,1% por unanimidade, e evitou aprofundar o afrouxamento monetário

O Banco do Japão manteve nesta sexta-feira sua política monetária, guardando seu poder de fogo financeiro para o caso de as eleições na Grécia no fim de semana provocarem novos problemas no mercado que ameacem as perspectivas de recuperação japonesa.

Como esperado, o banco central manteve sua taxa de juros em uma faixa de 0% a 0,1% por unanimidade, e evitou aprofundar o afrouxamento monetário.

MaisProdução industrial do Japão recua 0,2% em abril

O banco revisou sua avaliação da economia do Japão para afirmar que ela começou a se recuperar moderadamente. Mas alertou que as incertezas econômicas globais continuam altas e que os mercados ainda estão preocupados com os problemas de dívida soberana da Europa.

"O Banco Central do Japão fará o máximo para garantir a estabilidade do sistema financeiro do Japão, ao mesmo tempo em que presta atenção aos desenvolvimentos nos mercados financeiros globais", afirmou o banco em comunicado.

O BC japonês afrouxou a política em fevereiro e abril através de aumentos em seu programa de compra de ativos, movimentos largamente simbólicos para mostrar sua determinação em alcançar a meta de inflação de 1 por cento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.