Tamanho do texto

A expectativa é de que o setor venda mais de 15 milhões de aparelhos em 2012

O mercado de aparelhos de TV está aquecido. Só no primeiro trimestre do ano, as fabricantes venderam no país 3% a mais do que o mesmo período de 2011, em volume. O número é significativo, pois o aumento é sobre uma base forte: no ano passado foram vendidos 14,1 milhões de aparelhos, 15,5% a mais do que os 12,2 milhões comercializados em 2010, ano de Copa do Mundo.

Leia também:  Volume de comerciais de televisão e rádio será regulamentado

Os dados são da Eletros (Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos). A perspectiva, segundo a entidade, é que esse mercado cresça entre 5% e 10% neste ano. A Eletros trabalha com informações dos fabricantes da Zona Franca de Manaus, e não mede a venda dos importados ou de outras fábricas fora do polo do Amazonas.

"A TV plana passou a ser objeto de desejo de consumo do brasileiro", diz Lourival Kiçula, presidente da Eletros. O mercado de TVs de tela plana está concentrado nos modelos de 32 e 40 polegadas, diz ele. A Sony sentiu esse movimento. A empresa duplicou o volume de vendas de TVs no ano fiscal de abril de 2011 a março de 2012.

O produto mais vendido pelo site da empresa foi o notebook de R$ 1.599, seguido por modelos de televisores que hoje custam a partir de R$ 899. Os modelos mais procurados este ano, da linha 2011, têm 40 polegadas e custam R$ 2,2 mil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.