Tamanho do texto

Durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, o presidente do Banco Central afirmou que a estrutura macroeconomia do Brasil vem sendo testada e está respondendo bem aos desafios

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta terça-feira, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que o Brasil apresenta sólidos fundamentos macroeconômicos, com robustos colchões de liquidez em moeda estrangeira e no sistema financeiro nacional, e que a estrutura macroeconomia vem sendo testada e respondendo bem aos desafios.

P oder Econômico: As projeções e os acertos de Tombini

Flexibilização monetária deve ser conduzida com parcimônia, diz BC em ata

Tombini disse também que o cenário internacional continua sendo de volatilidade nos mercados e que a perspectiva é de baixo crescimento para os próximos anos. "Ao longo dos próximos dois anos, teremos um cenário de volatilidade nos mercados internacionais. Também teremos crescimento baixo, em ritmo mais baixo que o esperado nos próximos trimestres."

Mercado reduz estimativa de PIB para 2,53% em 2012, aponta Focus

Mercado prevê alta menor do IPCA em 2012, diz Focus

Para Tombini, o ritmo da atividade econômica no Brasil irá se acelerar ao longo de 2012, sustentado pela demanda interna e pela flexibilização das condições monetárias e financeiras. "Teremos um crescimento mais forte no segundo semestre de 2012, pois há uma série de impulsos que a economia já recebeu", afirmou.

O presidente do BC afirmou ainda que a inflação segue em trajetória de convergência para a meta. "Temos progressos importantes na inflação no Brasil."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.