Tamanho do texto

Banco da Grécia aponta para uma contração de 4,5% este ano, depois de um retrocesso de 6,9% em 2011

A economia grega registrou no primeiro trimestre do ano uma contração de 6,5% na comparação com o mesmo período de 2011, segundo dados oficiais revisados, que agravam a primeira estimativa de queda de 6,2%.

O Produto Interno Bruto (PIB) da Grécia, país que sofre o quinto ano consecutivo de recessão, recuou 7,5% no quarto trimestre de 2011.

Entenda a crise econômica mundial

Saiba mais sobre a crise na Europa e entenda quem são os “Piigs”

As instituições financeiras multiplicaram nos últimos meses as advertências sobre o risco de que 2012 termine com uma recessão pior que a prevista.

O Banco da Grécia aponta para uma contração de 4,5% este ano, depois de um retrocesso de 6,9% em 2011.

Ao mesmo tempo, a Comissão Europeia adiou para 2014 a previsão de retorno do crescimento.A Grécia, primeiro país da Eurozona que sucumbiu à crise da dívida, se beneficiou de programas de resgate concedidos pela União Europeia (UE), Banco Central Europeu (BCE) e FMI por um valor de 240 bilhões de euros, que serão pagos em parcelas até 2015 em troca de drásticos cortes orçamentários e reformas estruturais.

Mas os ajustes, ao invés de devolver a competitividade ao país, asfixiaram a economia, baseada na demanda interna.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.