Tamanho do texto

Segundo a autoridade monetária, permanecem limitados os riscos para a trajetória da inflação no País

O Banco Central manteve o discurso de que qualquer flexibilização monetária adicional, com mais reduções de juros, deve ser conduzida com "parcimônia."

Inflação oficial para maio é a menor em cinco anos, aponta IBGE

BC corta juro para 8,5% e poupança muda

"O Copom entende que, dados os efeitos cumulativos e defasados das ações de política implementadas até o momento, qualquer movimento de flexibilização monetária adicional deve ser conduzido com parcimônia", informou por meio da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), publicada nesta sexta-feira.

O BC informou que permanecem limitados os riscos para a trajetória da inflação.

No último encontro, na semana passada, o Copom decidiu reduzir em 0,5 ponto a taxa básica de juros, para 8,5% ao ano, mínima histórica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.