Tamanho do texto

Governo dava como certo que a companhia participaria da disputa pela faixa de 450 megahertz (MHz) para internet móvel rural

Encerrado o prazo para a inscrição de proponentes ao leilão de 4G na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a principal ausência notada foi da sueca Net1, cuja participação na disputa pela faixa de 450 megahertz (MHz) para internet móvel rural era dada como certa pelo governo. No total, seis grupos trouxeram pacotes para o leilão marcado para o próximo dia 12, que irá licitar também a faixa de 2,5 gigahertz (GHz) para telefonia de quarta geração.

Leia também:  Leilão de telefonia 4G será disputado por seis grupos

Além de 273 envelopes com propostas para cada uma das faixas ofertadas, as empresas devem apresentar os documentos de habilitação e reegularidade fiscal, além dos comprovantes de depósitos de garantias. Oi, Vivo, Sky e Sunrise - do megainvestidor húngaro americano George Soros - concorrerão apenas com um CNPJ, cada.Já a Claro concorrerá também como Americel e a TIM também irá participar como Intelig.

Apesar de disputarem o leilão com dois CNPJs distintos, os limites para a aquisição das faixas serão calculados de acordo com o grupo empresarial. Além disso, executivos da Phone Brasil, uma companhia sediada em Miami que ainda não possui operações no Brasil, chegaram atrasados e não puderam apresentar pacote com as ofertas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.