Tamanho do texto

Segundo o instituto Markit, que realiza a pesquisa, o crescimento de novos negócios foi o principal responsável pelo resultado

A indústria de serviços da China cresceu no ritmo mais rápido em 19 meses em maio, em meio a um otimismo sobre o futuro, de acordo com a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI) do HSBC divulgada nesta terça-feira.

O PMI de serviços da China subiu para 54,7 em maio, ante pico de seis meses de 54,1 em abril. O instituto Markit, que realiza a pesquisa, citou o crescimento de novos negócios como o principal responsável pelo resultado.

Dados industriais da China mostram fraqueza econômica

China fará planos para lidar com risco de saída da Grécia do euro

"Isso deve reduzir os temores de uma forte desaceleração do crescimento. Olhando à frente, o esperado resultado rápido de uma série de medidas de suporte deve provocar um impulso à produção de serviços e ao emprego", disse o economista do HSBC para a China, Qu Hongbin, em comunicado.

O aumento desse indicador contrasta com o PMI oficial da China para o setor de serviços, que mostrou um declínio pelo segundo mês seguido, caindo para 55,2 ante 56,1 em abril.

A diferença entre os dois resultados provém do uso de metodologias diferentes.

As leituras relativamente robustas de ambos os índices, em particular quando comparadas com o setor industrial, também refletem o otimismo a longo prazo de negócios que se beneficiam do reequilíbrio gradual da atividade na segunda maior economia do mundo em relação a serviços e consumo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.