Tamanho do texto

Desempenho do segmento na região metropolitana de São Paulo teve alta de 5,6% em relação ao mesmo mês de 2011 e de 13,3% sobre fevereiro, segundo pesquisa

Pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) divulgada nesta segunda-feira mostra que o varejo da região metropolitana de São Paulo faturou R$ 13,5 bilhões em março, o que representa alta de 5,6% em relação ao mesmo mês de 2011 e de 13,3% sobre fevereiro.

Foi a décima segunda expansão consecutiva e o melhor resultado para o mês de março desde o início da série histórica, em janeiro de 2008, o que levou o índice a fechar o primeiro trimestre com avanço de 3,7% sobre o mesmo período de 2011.

O faturamento do segmento de comércio eletrônico apresentou avanço de 23,3% sobre março do ano passado e de 1,7% sobre fevereiro. No ano, o setor acumula alta de 35,9%. Também apresentaram crescimento de dois dígitos em março ante o mesmo mês de 2011 lojas de móveis e decorações (11,6%) e farmácias e perfumarias (14,6%).

Na mesma base de comparação, registraram queda no faturamento os segmentos de lojas de departamentos (-3,5%) e lojas de vestuário, tecidos e calçados (-1,5%).

De acordo com a FecomercioSP, o contínuo incremento da renda das famílias explica o bom resultado de março. "Este fator, somado à manutenção do nível de desocupação em patamares historicamente baixos, tem mantido elevada a confiança das famílias e, consequentemente, a intenção de consumo", justifica a Federação, em nota.

Para os próximos meses, a previsão é de crescimento do consumo impulsionado por oferta de crédito e manutenção dos níveis de emprego e renda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.