Tamanho do texto

Em abril, 35% dos pesquisados apostavam em uma taxa básica de juros para o final do ano de 9,5% enquanto no fim do ano passado a aposta para os 12 meses seguintes era de 10%

De acordo com a evolução recente das Distribuições de Frequências das Expectativas de Mercado, 30% das projeções dos analistas que participam da Pesquisa Focus concentravam suas projeções, em 1º de junho, em uma Selic de 8,5% no fim do ano.

Leia também:  Poupança muda e vai pagar 70% da Selic

A Focus compila as previsões de aproximadamente 100 instituições financeiras. A mediana das projeções para a taxa Selic no final deste ano manteve-se em 8% ao ano, de acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira pelo Banco Central.

No documento divulgado em 30 de abril, 35% dos analistas consultados pela pesquisa concentravam suas previsões em uma taxa de 9,5% ao ano no final de 2012. Em 30 de novembro do ano passado, 35% dos analistas projetavam para o final deste ano uma Selic em 10% ao ano. "Quando olhamos para um período mais longo verificamos um deslocamento maior das expectativas", diz o economista da Rosenberg & Associados Daniel Lila.

Com o movimento de queda mais forte da Selic, o IPCA tem se mantido mais rígido. Entre as Distribuições de Frequências (de 30 de abril e de 1º de junho) não houve alteração. As expectativas para o IPCA permaneceram concentradas em 5,2%. Mesmo em comparação a março, a queda é pequena, saindo de 5,4% para 5,2%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.