Tamanho do texto

De acordo com o presidente do Conselho do Santander, ao menos quatro instituições financeiras do país europeu precisam de ajuda pública para não quebrar

O presidente do Conselho do Santander, Emilio Botín, disse que alguns bancos espanhóis precisam juntos de 40 bilhões de euros em recapitalização. O Santander, segundo o executivo, não precisa de capital.

Leia também:  Conheça o banco Bankia, cujo resgate custará R$ 58 bilhões à Espanha

"A Espanha tem uma situação financeira tão saudável ou mais saudável que o resto do mundo", disse Botín à Reuters nesta segunda-feira.

Segundo ele, existem três ou quatro instituições financeiras que precisam de ajuda pública, "o que é uma situação excepcional".

O Bankia precisa de 20 bilhões de euros, enquanto outras instituições como Banco da Catalunya, Nova Caixa Galícia e Banco de Valencia precisam de mais 20 bilhões de euros, totalizando 40 bilhões de euros, afirmou Botín.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.