Tamanho do texto

No primeiro trimestre de 2012, a redução melhorou o desempenho operacional da empresa

O diretor financeiro e de relações com investidores da Eletrobras, Armando Casado, afirmou hoje que a companhia reduziu a relação dos custos sobre a receita operacional líquida (ROL), no primeiro trimestre de 2012, o que resultou na melhora do desempenho operacional da empresa. Ele destacou que a participação dos custos com pessoal, material e serviços (PMS) na ROL caiu de 24%, no primeiro trimestre de 2011, para 22,1%, em igual período deste ano.

Leia também: Eletrobras quer ter preparo para energia nuclear após 2022

"O PMS sobre a receita baixou e isso é bom", disse, durante teleconferência com analistas financeiros do setor. "Essa melhoria não ocorre da noite para o dia. Sistematicamente vamos melhorar esse efeito dos custos na receita. Nos dois últimos resultados, nós mostramos isso", completou.

Segundo Casado, a redução dos custos está sendo discutida em todas as reuniões do Conselho Superior da Eletrobras (Consise). No primeiro trimestre de 2012, a receita operacional líquida da Eletrobras foi de R$ 8,28 bilhões, com alta de 15,9% em relação a igual período de 2011. Na mesma comparação, os custos com PMS avançaram 6,9%, totalizando R$ 1,83 bilhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.