Tamanho do texto

Marcas como Rolls-Royce, Ferrari e Jaguar já consideram o país asiático como seu principal mercado nos próximos anos

O balanço das principais fabricantes de carros superluxuosos do mundo está mostrando que a China está emergindo como o maior mercado para esses automóveis que não raro custam US$ 1 milhão. De acordo com dados de fabricantes como Rolls-Royce e Bentley, por exemplo, o mercado chinês já compra mais carros de luxo do que os Estados Unidos. Outras marcas, como a Ferrari e a Aston Martin, viram as vendas crescerem de forma recorde no último ano e já estimam que o país asiático será o principal destino de seus carros nos próximos anos.

Leia também : Conheça os dez maiores bilionários da China

Até meados da década de 90, os Estados Unidos eram indubitavelmente o maior mercado do setor automobilístico do mundo. Não importava se os carros eram fabricados no Japão, na Europa ou mesmo em Detroit, a Meca dos automóveis americanos, todos os caminhos levavam para as concessionárias dos Estados Unidos. Nos últimos anos isso vem mudando de forma acelerada e em 2012 a China vai vender mais carros (18 milhões de unidades) do que os Estados Unidos (14,5 milhões).

Esse resultado já era esperado pelo mercado principalmente por conta da diferença absurda de população entre os dois países e da entrada constante de milhões de chineses no mercado de consumo. Mas o que tem surpreendido os especialistas do setor é o fato de que a China também está se tornando um dos principais mercados para os carros mais luxuosos do planeta nesse momento.

É uma mudança de paradigma, que promete mudar também a maneira como esses fabricantes desenvolvem seus automóveis. Alguns deles já estão produzindo modelos exclusivos para o mercado chinês.

Conheça algumas marcas luxuosas que fazem a cabeça dos chineses endinheirados.