Tamanho do texto

Pedido foi feito após Tribunal Regional Federal ter negado primeira requisição do MPF para que operações fossem suspensas

O procurador Celso de Albuquerque Silva pediu que o Tribunal Regional Federal da 2a Região volte a avaliar a suspensão das atividades da Chevron e da operadora de sondas Transocean no Brasil, por conta do vazamento de petróleo na bacia de Campos, em novembro.

O pedido foi feito após o desembargador Guilherme Diefenthaeler, do próprio TRF da 2a Região, ter negado o pedido do Ministério Público Federal que pretendia a suspensão das atividades da petrolífera e da operadora, no dia 11 de abril.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.