Tamanho do texto

Acionistas do grupo norte-americano bloquearam movimento da farmacêutica suíça de indicar nova diretoria

A Roche não estenderá sua oferta hostil de US$ 6,8 bilhões pela empresa de sequenciamento genético Illumina, após os acionistas do grupo norte-americano terem bloqueado o movimento da farmacêutica suíça de indicar nova diretoria.

Leia também: Roche compra laboratório alemão por R$ 290 milhões

A Roche disse que uma oferta acima dos US$ 51 dólares não seria do interesse de seus próprios acionistas. A oferta pela Illumina expira na sexta-feira e a Roche disse nesta quarta-feira que não vai estendê-la, já que a direção da empresa norte-americana se recusa a travar um diálogo construtivo.

"A Roche continuará a considerar opções e oportunidades para desenvolver mais seu portfólio de negócios a fim de expandir sua posição de liderança em diagnósticos", afirmou o presidente-executivo da empresa, Severin Schwan, em breve comunicado.

A especialista em sequenciamento genético, que diz ser a "Apple do negócio genoma", rejeitou a oferta de aquisição melhorada da Roche e tem repetidamente pedido a acionistas que votem contra as indicações da Roche.

A decisão da Roche de abandonar sua oferta acontece enquanto acionistas da Illumina se reuniam para votar uma proposta da Roche de indicados como diretores, em uma tentativa de conquistar maioria do conselho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.