A balança comercial da zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda) registrou superávit de 2,6 bilhões de euros (US$ 3,52 bilhões) em fevereiro, com recuperação das exportações, mostraram dados divulgados pela agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat. Em janeiro, houve déficit de 9 bilhões de euros nas transações comerciais da região com o resto do mundo.

A balança comercial da zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda) registrou superávit de 2,6 bilhões de euros (US$ 3,52 bilhões) em fevereiro, com recuperação das exportações, mostraram dados divulgados pela agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat. Em janeiro, houve déficit de 9 bilhões de euros nas transações comerciais da região com o resto do mundo. O superávit de fevereiro também melhorou em relação a fevereiro do ano passado, que foi de 1,2 bilhão de euros.

Economistas esperavam um déficit de 200 milhões de euros. O déficit de janeiro foi revisado de 8,9 bilhões de euros informado em março. Os números sugerem que a zona do euro, puxada particularmente pela Alemanha, está se beneficiando da recuperação na demanda global e pode retomar o crescimento no primeiro trimestre.

Em termos não ajustados sazonalmente, os números mostram que as exportações subiram 12,5% em fevereiro em relação a janeiro, para 110 bilhões de euros; enquanto as importações subiram 0,6%, para 107,3 bilhões de euros. As exportações também estão 10% acima do nível de fevereiro do ano passado, enquanto as importações subiram 6%. Em termos sazonalmente ajustados, a Alemanha registrou o maior superávit comercial entre os países da zona do euro, de 7,9 bilhões de euros em fevereiro.

Inflação

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) na zona do euro foi revisado em baixa, mantendo-se bem abaixo da meta do Banco Central Europeu (BCE). Segundo a agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, o CPI subiu 1,4% em março, em base anual, alta inferior à elevação de 1,5% divulgada no final de março. Em comparação a fevereiro, o CPI subiu 0,9%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.