O déficit em conta corrente da zona do euro (que reúne os 16 países que utilizam o euro como moeda) caiu levemente em junho, em meio ao aumento das exportações

selo

O déficit em conta corrente da zona do euro (que reúne os 16 países que utilizam o euro como moeda) caiu levemente em junho, em meio ao aumento das exportações. O déficit em conta recuou de 7,4 bilhões de euros em maio para 4,6 bilhões de euros em junho, informou hoje o Banco Central Europeu (BCE).

O resultado está ligado ao déficit nos rendimentos e nas transferências correntes, que foi parcialmente compensado pelo superávit em bens e serviços, de acordo com o BCE. As exportações subiram 1,4% em junho, em comparação com maio, para 134 bilhões de euros. Nos 12 meses encerrados em junho, o déficit em conta corrente acumulado foi de 45,1 bilhões de euros - ou cerca de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro.

Em relação à conta financeira, o BCE informou que a zona do euro registrou entradas líquidas de carteira de 3,2 bilhões, puxadas principalmente pela entrada de 15,9 bilhões de euros em investimentos de capital. No entanto, houve uma saída na conta de títulos representativos de dívida em razão da saída de instrumentos de 17,4 bilhões de euros do mercado de crédito, enquanto houve uma entrada de 4,7 bilhões de euros em compras de bônus e notas. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.