Tamanho do texto

O déficit em conta corrente da zona do euro - que reúne os 16 países que utilizam o euro como moeda - ficou inalterado em 3,8 bilhões de euros (US$ 4,98 bilhões) em julho, em relação a junho, informou hoje o Banco Central Europeu (BCE)

selo

O déficit em conta corrente da zona do euro - que reúne os 16 países que utilizam o euro como moeda - ficou inalterado em 3,8 bilhões de euros (US$ 4,98 bilhões) em julho, em relação a junho, informou hoje o Banco Central Europeu (BCE). O comércio de bens apontou um superávit de 3,4 bilhões de euros em julho, ante os 2,5 bilhões de euros do mês anterior.

Este crescimento do superávit no comércio de bens foi ofuscado pelo recuo do superávit no comércio de serviços em julho, para 2,2 bilhões de euros, ante 2,6 bilhões de euros em junho. Além disso, o déficit no fluxo de renda aumentou de 1,2 bilhão de euros para 1,4 bilhão de euros, enquanto o déficit na transferência corrente subiu de 7,8 bilhões de euros para 8 bilhões de euros.

O BCE disse ainda que houve uma saída líquida combinada de capital da zona do euro de 26 bilhões de euros em julho, uma alta acentuada na comparação com a saída líquida de capital de 1 bilhão de euros um mês antes. Os investidores retiraram cerca de 27,4 bilhões de euros dos mercados de títulos da zona do euro, enquanto aumentaram suas compras de ações em 2,4 bilhões de euros. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.