Conjunto de países da UE também registrou saldo negativo em agosto, de 17,3 bilhões de euros

A zona do euro registrou déficit de 4,3 bilhões de euros em seu comércio exterior no mês de agosto, acima do registrado no mesmo mês do ano passado, que foi de 2,8 bilhões de euros, segundo informou nesta sexta-feira o Eurostat, o escritório estatístico da União Europeia (UE).

Também piorou seus números o conjunto da UE, que em agosto registrou déficit de 17,3 bilhões de euros frente ao anotado no mesmo período de 2009, quando registrou déficit de 12,4 bilhões de euros.

As exportações da zona do euro aumentaram em agosto 1% em relação a julho e caíram 0,1% na UE, enquanto as importações cresceram um 1,8% e 1,3%, respectivamente.

O Eurostat publicou hoje os números detalhados do comércio exterior comunitário durante o período janeiro-julho, no qual se destaca o aumento do déficit no setor da energia, de 164,8 bilhões de euros frente aos 130,5 bilhões de euros negativos do mesmo período de 2009.

Por outro lado, a UE alcançou um aumento de seu superávit em bens manufaturados, que chegou a 101,7 bilhões de euros nos primeiros sete meses deste ano.

As maiores altas foram registradas nas exportações ao Brasil (de 57%), China (41%) e Turquia (38%), assim como nas importações procedentes da Rússia (43%), da China e da Índia (25% em cada caso).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.