Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Zona do euro crescerá somente 0,2% em 2009, calcula FMI

Washington, 8 out (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) calcula que a economia da zona do euro crescerá 0,2% em 2009, com alguns países crescendo próximo a zero e outros negativos, como Espanha, Itália e Irlanda.

EFE |

Os números dados hoje pelo último relatório "Perspectivas Econômicas Mundiais" são bem mais pessimistas do que em julho, quando previam crescimento de 1,2%.

O relatório calcula para a França crescimento do 0,2%, quando em julho previa 1,4%.

Os três países da zona do euro que devem registrar crescimentos negativos são Espanha e Itália, ambos com contração de 0,2% , e Irlanda, com o 0,6%.

Dois países europeus que não usam euro também devem cair, o Reino Unido, em 0,1%, e a Islândia, em 3,1%.

O relatório também destaca pressões inflacionárias devido a altas de petróleo e alimentos.

"Em comparação a 2007, os preços do petróleo subiram 40%, que com o encarecimento dos alimentos, estrangulou a despesa em consumo".

O FMI calcula para a zona do euro inflações de 3,5% para 2008 e de 1,9% para o 2009.

Quanto ao desemprego, os técnicos calculam 7,6% em 2008 e 8,3% em 2009.

Outro fator de arrefecimento econômico européia é a crise imobiliária, que afeta especialmente Espanha, Irlanda e Reino Unido, onde o investimento residencial cresceu enormemente nos últimos anos, até se transformar em um dos principais motores econômicos.

Nestes países é provável que a crise imobiliária afete o resto da economia, porque as hipotecas estão majoritariamente em juros variáveis, o que aumenta a dívida das famílias e das empresas do setor.

EFE pgp/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG