Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Zoellick elogia G20, mas adverte que pobres não devem ser deixados de lado

O presidente do Banco Mundial (Bird), Robert Zoellick, elogiou a cúpula de líderes do G20 realizada neste sábado, por trabalhar para estabelecer cimentos produtivos para a recuperação, mas advertiu que a crise financeira não será resolvida se as nações mais pobres forem deixadas de lado.

AFP |

A cúpula "começou a estabelecer cimentos produtivos de discussão, aportes e acordos", disse Zoellick em um comunicado, divulgado após o acordo das maiores economias e países emergentes para um plano de ação global, cujo objetivo é reformar o sistema financeiro e restaurar o crescimento.

Mas "o que importa agora são as ações de continuação. As pessoas estão observando os líderes para uma resposta global, coordenada e rápida", indicou, alertando para a necessidade de planos de estímulo fiscal, como o pacote aprovado recentemente pela China.

Além disso, o presidente do Bird agradeceu aos líderes do G20 por terem se comprometido a cumprir suas promessas de ajuda aos países em desenvolvimento, e destacou que gigantes econômicos se sentaram ao lado de potências emergentes como Brasil, China e Índia.

"Mas os países em desenvolvimento mais pobres não devem ser abandonados. Não resolveremos esta crise ou encontraremos soluções sustentáveis a longo prazo aceitando um mundo em dois níveis", ressaltou Zoellick.

"Se quisermos evitar uma crise humanitária, teremos que fazer mais", acrescentou.

mlm/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG