Tamanho do texto

SÃO PAULO - O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Zimmermann, negou hoje o fechamento de um acordo entre os governos federal e paulista para a renovação da concessão da Companhia Energética de São Paulo (Cesp). De acordo com o executivo, o caso está sendo tratado no âmbito do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), juntamente com outras concessões que irão vencer nos próximos anos.

Zimmermann fez questão de salientar que o governo federal não dará prioridade à questão da Cesp, visto que o governo paulista tem interesse em privatizar a geradora. Você não pode dar um tratamento para cada empresa. Você tem que tratar o setor como um todo. Não pode ter medidas privilegiando uma em detrimento de outras , afirmou o secretário.

Ele comentou que a decisão sobre a privatização ou não da Cesp cabe exclusivamente ao governo do Estado de São Paulo e que o CNPE pretende dar encaminhamento à questão das renovações das usinas até o final deste ano. Afirmou ainda que o conceito de modicidade tarifária (concessão por menor tarifa) deverá ser levado em consideração no âmbito das renovações.

Zimermann participou hoje do seminário sobre energias renováveis, que ocorre em São Paulo.

(Murillo Camarotto | Valor Online)