Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Zapatero quer sindicatos e empresas em reforma financeira global

Genebra, 18 nov (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, pediu que sindicatos e organizações empresariais participem junto ao G20, de forma institucional e permanente, da reforma do sistema financeiro internacional aberta na cúpula de Washington.

EFE |

Segundo ele, é "fundamental" que os agentes sociais intervenham na reforma por uma nova ordem internacional e deve haver um "espaço de diálogo" que garanta a presença dos representantes de trabalhadores e empresas.

Em discurso a o Conselho de Administração da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Zapatero afirmou que as economias necessitam um impulso centrado em investimento público, caminho "mais adequado" que o da redução tributária.

Zapatero espera que, "pelo menos na UE", haja "nas próximas semanas" uma iniciativa coordenada dos Governos "em favor da atividade produtiva, do setor industrial e, de maneira singular, da indústria do automóvel, assim como das energias alternativas e renováveis e do aumento de centros tecnológicos e de pesquisa".

Segundo sua avaliação, a reunião de Washington representou uma tomada de consciência mundial sobre o novo rumo d a economia mundial, que introduzirá "maior racionalidade", favorecerá o equilíbrio geopolítico, estenderá os direitos sociais e valorizará os compromissos de dialogo social. EFE rf/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG