Tamanho do texto

Leão (Espanha), 30 abr (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, afirmou hoje que será concretizado "nos próximos dias" o acordo de ajuda financeira à Grécia, o que dará "razoável tranquilidade aos mercados".

Leão (Espanha), 30 abr (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, afirmou hoje que será concretizado "nos próximos dias" o acordo de ajuda financeira à Grécia, o que dará "razoável tranquilidade aos mercados". Para o chefe do Executivo espanhol, a "preocupação" atual dos mercados "responde fundamentalmente" se deve à "fase final" da concretização da assistência financeira à Grécia, que terminará "em poucos dias". Zapatero lembrou que é a primeira vez que a União Europeia (UE) tem de conceder ajuda financeira a um país da zona do euro, o que requer um grande esforço do Fundo Monetário Internacional (FMI) e dos países da Europa. O chefe do Governo espanhol fez essas declarações na cidade de Leão (norte) minutos depois de se informar em Bruxelas sobre uma reunião extraordinária, no próximo domingo, dos ministros de Economia da zona do euro. A reunião será realizada por teleconferência, como já ocorreu na última de 11 de abril. Zapatero comentou também a situação da economia espanhola, sobre a qual reiterou que "certamente tem força e solvência" e insistiu que o país cumprirá "à risca" todas as reformas estabelecidas para redução do déficit. A Espanha, que exerce a Presidência rotativa da UE neste semestre, "é um dos poucos países desenvolvidos que não viu como caíram entidades financeiras", acrescentou Zapatero. A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) rebaixou na última quarta-feira a qualificação da dívida espanhola da categoria AA+ para AA com perspectiva negativa, ao considerar que a Espanha poderia sofrer um "período adicional de fraco crescimento". EFE bmc/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.