Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Yahoo! fecha acordo com Carl Icahn, que vai integrar conselho de diretoria da empresa

SÃO PAULO - O Yahoo! fechou um acordo com o investidor Carl Icahn, para que ele não tome ações contra a atuação da direção da empresa na próxima reunião de acionistas e desista de competir com uma chapa de diretoria completa. Em troca, ele receberá mais poder na estrutura da companhia.

Valor Online |

Pelo acordo, será elevado para 11 o número de integrantes do conselho de direção, sendo que dos atuais nove integrantes, um dará lugar a Icahn e as outras duas vagas serão preenchidas por executivos apontados por ele.

O executivo-chefe, Jerry Yang, duramente criticado por Icahn por ter, juntamente com sua diretoria, rejeitado as propostas de compra da Microsoft, permanecerá no cargo. Ele e outros sete membros do conselho de diretoria se apresentarão para reeleição na assembléia de acionistas deste ano.

Os ocupantes das novas duas vagas no conselho serão escolhidos pelo Comitê de Nomeação e Governança da diretoria entre um grupo de nove candidatos apontados por Icahn. Os executivos são os mesmos que formariam a diretoria liderada pelo investidor, caso saísse vencedor do processo de troca de comando na empresa. Também faz parte do grupo Jonathan Miller, ex-presidente do conselho e ex-executivo-chefe da AOL.

Estamos animados por termos chegado a esse acordo, que serve aos melhores interesses dos acionistas do Yahoo!, disse o presidente do conselho da empresa, Roy Bostock. Esperamos trabalhar produtivamente com Carl e com os novos integrantes do conselho para continuar a melhorar a performance da companhia e aprimorar seu valor para os acionistas. O Yahoo! é uma empresa de classe mundial com um futuro extremamente brilhante, e colaborando juntos, acredito que podemos ajudar a companhia a atingir seus ambiciosos objetivos, acrescentou.

Jerry Yang, co-fundador da empresa, e que foi atacado pesadamente por Icahn, adotou tom conciliatório, classificando a eventual disputa por poder como uma distração desnecessária.

Esse acordo não apenas permite que o Yahoo! deixe para trás a distração da disputa pelo comando, mas também permite que a companhia continue trilhando sua estratégia para se tornar o ponto de início para usuários de internet e um produto imprescindível para anunciantes, afirmou Yang. Anseio trabalhar em conjunto com nossos novos colegas na diretoria para tornar isso realidade, acrescentou em nota.

Estou muito feliz que esse acordo me permita trabalhar em parceria com os times do conselho e de administração do Yahoo! para ajudar a companhia a atingir seu pleno potencial, disse Icahn. Embora continue a acreditar que a venda de toda a companhia ou a venda de sua divisão de busca numa transação correta precisa ser considerada plenamente, divido a opinião de que a valiosa coleção de ativos do Yahoo! o posiciona bem para continuar expandindo sua liderança online e melhorando seu retorno para acionistas, acrescentou.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG