O Yahoo e a America Online (AOL), do grupo Time Warner, estão levando a cabo significativas análises contábeis sobre uma possível fusão, mas um acordo não é iminente, disse uma pessoa familiarizada às conversas. As conversas entre os dois lados avançaram nas últimas semanas e estão atualmente focadas em determinar como seria uma empresa fruto da fusão e onde poderia haver corte de custos, disse a fonte, que não estava autorizada a falar publicamente.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.