Tamanho do texto

San Francisco, 24 set (EFE).- O conselho de direção do site Yahoo! aprovou iniciar novas negociações com a AOL, filial do grupo de comunicação Time Warner, para uma possível fusão, afirma hoje a imprensa econômica.

Segundo o jornal "Financial Times", que cita fontes anônimas, esta decisão foi tomada na primeira reunião depois da incorporação do multimilionário Carl Icahn, um dos principais acionistas da Yahoo!, ao conselho de direção da empresa.

O jornal acrescenta que as negociações entre a Yahoo! e a AOL ainda não são oficiais.

A notícia vem à tona poucos meses depois de a Yahoo! rejeitar uma oferta de compra de US$ 44,6 bilhões da Microsoft. A Yahoo! já teria negociado no início deste ano com a Time Warner uma possível aliança com a AOL como alternativa à união com o gigante do software.

A Yahoo! está agora sob uma grande pressão para mostrar a seus acionistas que, como prometeu, ao rejeitar a Microsoft, é capaz de aumentar sua receita e elevar o valor de suas ações.

Os títulos da Yahoo! caíram 30% nos últimos doze meses e por volta das 14h de Brasília eram negociadas a US$ 18,9 (0,1%) a menos que na abertura.

A Yahoo! também está negociando, neste momento, uma aliança com a Google na área de publicidade on-line, mas o acordo precisa ainda passar pelas autoridades de defesa da concorrência, e os analistas acham que o processo pode ser longo. EFE pg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.