As vendas globais de semicondutores cresceram 56% em fevereiro em comparação com igual mês de 2009, mas caíram 1,3% em relação a janeiro, informa o Wall Street Journal citando dados da Associação da Indústria de Semicondutores (SIA, na sigla em inglês). Segundo a associação, a demanda foi alimentada pelas vendas de produtos eletrônicos nas economias emergentes.

As vendas globais de semicondutores cresceram 56% em fevereiro em comparação com igual mês de 2009, mas caíram 1,3% em relação a janeiro, informa o Wall Street Journal citando dados da Associação da Indústria de Semicondutores (SIA, na sigla em inglês). Segundo a associação, a demanda foi alimentada pelas vendas de produtos eletrônicos nas economias emergentes. "Existem sinais animadores de que a recuperação econômica global vai continuar e permanecemos cautelosamente otimistas de que existe um potencial de alta para o crescimento acima de nossa previsão de novembro para 2010", disse George Scalise, da SIA. Na região da Ásia-Pacífico, que responde por mais da metade das vendas globais de chips, houve queda de 0,4% em comparação com janeiro, mas alta 79% sobre fevereiro do ano passado, quando a recessão levou consumidores e empresas a adiarem as compras. Nas Américas, as vendas de chips caíram 3,7% em comparação com janeiro, mas cresceram 48% sobre fevereiro de 2009. A SIA espera um crescimento nas vendas deste ano de computadores pessoais e aparelhos celulares - que respondem por mais da metade do consumo de chips - e outros bens eletrônicos. A SIÁ também indica que as empresas também estão se posicionado para investir em tecnologia da informação este ano em meio aos sinais de uma recuperação econômica. A associação reiterou sua estimativa de fevereiro de crescimento das vendas, em unidades, em 2010. As informações são da Dow Jones.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.