SÃO PAULO - Além de terminar o terceiro trimestre com lucro menor, a Whirlpool anunciou nesta terça-feira que eliminará 5 mil empregos até o fim de 2009. De julho a setembro, a fabricante de eletrodomésticos apresentou lucro líquido de US$ 163 milhões, ou US$ 2,15 o papel, perante os US$ 175 milhões, correspondentes a US$ 2,20 a ação, de igual intervalo de 2007.

A empresa explicou que o resultado reflete vendas menores, custos mais altos das matérias-primas e ganhos mais baixos com vendas de ativos no confronto com os três meses até setembro do ano passado.

"Estamos no meio de um ambiente econômico muito desafiador e de rápida mudança. Sentimos uma queda significativa na demanda na América do Norte e Europa durante o terceiro trimestre e não esperamos que as condições de demanda melhorem no curto prazo", declarou o executivo-chefe da Whirlpool, Jeff M. Fettig.

A receita ficou em US$ 4,9 bilhões, com acréscimo de 1% na comparação com os US$ 4,8 bilhões registrados no terceiro trimestre de 2007.

Fettig notou que os números do trimestre sofreram impacto negativo da baixa demanda e de níveis recordes de inflação de custo. "Esses fatores desfavoráveis foram parcialmente compensados pela produtividade e preços/mix melhores", completou.

Sobre a crise no setor de crédito global, o executivo disse que está tendo um efeito negativo profundo em uma economia internacional já muito debilitada. Ele citou que a queda no preço das casas, o aumento do desemprego e níveis muito baixos de confiança do consumidor devem fazer com que o ambiente de demanda negativa se arraste até meados de 2009.

Perante esse cenário, a Whirlpool promoverá reduções de custos e em sua capacidade de produção a fim de ajustar sua estrutura de custos aos níveis projetados de demanda. "Diminuiremos nossa equipe global em aproximadamente 5 mil vagas até o fim de 2009. Além do fechamento das quatro unidades anunciado no início deste ano, fecharemos nossa fábrica em Jackson, Tennessee, e vamos transferir a produção para Findlay, Ohio", comunicou Fettig.

Por causa do atual ambiente econômico, a Whirlpool resolveu suspender seu programa de recompra de ações. Vale notar que a companhia fabrica no Brasil com as marcas Brastemp e Consul produtos de linha branca - refrigeradores, fogões, lavadoras de roupa, secadoras, lava-louças, microondas, entre outros.

As informações estão na página eletrônica da companhia.

(Juliana Cardoso | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.