Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Washington Mutual fecha na maior falência de um banco nos EUA

NOVA YORK - O Washington Mutual foi fechado pelo governo dos EUA na maior falência de um banco na história do país, e seus ativos bancários foram vendidos por 1,9 bilhão de dólares ao JPMorgan Chase. O resgate marca um passo histórico na limpeza do sistema financeiro dos EUA, afetado com dívidas hipotecárias podres.

Reuters |

O Washington Mutual foi fechado pelo Escritório de Supervisão Econômica (OTS, sigla em inglês) e entregue ao controle da Agência Federal de Seguradoras de Depósitos (FDIC, na sigla em inglês). Os clientes podem esperar um funcionamento normal na sexta-feira, disse o FDIC.

A medida ocorre depois que a instituição sofreu saques de 16,7 bilhões de dólares desde 15 de setembro, disse a OTS.

A aquisição não terá impacto sobre os depositários e clientes do Washington Mutual. O banco tem 188,3 bilhões em depósitos e foi descrito como uma instituição de 307 bilhões de dólares pelo OTS.

Anteriormente, o maior banco a falir no país havia sido o Continental Illinois National Bank and Trust, que tinha 40 bilhões de dólares em ativos, ao falir em 1984.

A transação dá ao JPMorgan cerca de 5.400 agências e satisfaz a meta do CEO da instituição, Jamie Dimon, de torná-la um banco de varejo no oeste dos Estados Unidos.

(Reportagem de Elinor Comlay)

 

Leia tudo sobre: bancoeua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG