SÃO PAULO - A gigante do varejo Wal-Mart anunciou nesta terça-feira mudanças nos cargos executivos da companhia. Bill Simon assumirá a presidência das operações americanas, no lugar de Eduardo Castro-Wright, que foi promovido ao cargo de presidente da unidade de comércio eletrônico do Wal-Mart.

"Simon vai assumir suas novas responsabilidades imediatamente. Castro-Wright será transferido em primeiro de agosto", afirmou a companhia em nota. O Wal-Mart destacou que Castro-Wrigh foi responsável por administrar mais de 3,7 mil lojas e 1,3 milhão de associadas nos EUA. "Conforme continuamos a nos tornar uma verdadeira companhia global e queremos direcionar nossos desafios do negócio em um mundo de rápidas mudanças, é claro que o Global.com e o Global Sourcing são cruciais para nosso crescimento e sucesso no futuro", afirmou Duke. Simon, por sua vez, participa do comando do Wal-Mart dos EUA desde início de 2006, como executivo-chefe de operações. O executivo assume a maior posição da empresa no mercado americano em um momento em que as vendas no país têm decepcionado analistas. A rede varejista registrou vendas fracas no primeiro trimestre nos EUA, com queda de 1,4%. Fora dos EUA, o faturamento subiu 21,4%. O Wal-Mart divulgou lucro de US$ 3,32 bilhões no período, 10% mais alto que o de um ano atrás. (Vanessa Dezem | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.