Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Wall Street termina em equilíbrio depois de índices contraditórios

A Bolsa de Nova York fechou em equilíbrio nesta quinta-feira, depois da publicação de índices contraditórios difíceis de interpretar, e a orientação da economia ficou dispersa: Dow Jones ganhu 0,65%, enquanto Nasdaq perdeu 0,27%.

AFP |

O Dow Jones Industrial Average (DJIA) aumentou 73,03 pontos, a 11.288,54 unidades, e o índice Nasdaq, de alto componente tecnológico, caiu 6,08 pontos, a 2.245,38 unidades, segundo números definitivos do fechamento.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 subiu 1,38 pontos, a 1.262,90 unidades (+0,11%).

Wall Street não terá sessão na sexta-feira por causa do feriado da Independência nos Estados Unidos e fechou mais cedo nesta quinta-feira.

Em sua última sessão da semana, a maior praça financeira mundial operou com alta volatilidade, alternando entre o vermelho e o azul em função da publicação de índices econômicos.

O emprego deu um impulso aos investidores: a economia americana perdeu "apenas" 62.000 postos de trablaho em junho, superando levemente os 60.000 previstos pelos analistas. A taxa de desemprego se manteve estável em 5,5% mesma cifra de maio, contra os 5,4% previstos.

Segundo Peter Cardillo (Avalon Partners), "o emprego mostra que a economia não está em recessão".

Por outro lado, o dólar, cuja desvalorização alimenta a disparada dos preços das matérias-primas e, em conseqüência, a inflação, se recuperou apesar da alta das taxas de juros européias a 4,25% nesta quinta-feira. O euro voltou a cair a 1,56 dólar, depois de ter alcançado mais de 1,59 dólar.

O mercado obrigatório caiu. O rendimento dos bônus do Tesouro a dez anos subiu a 3,973%, contra 3,959% na noite de quarta-feira, e o dos títulos a 30 anos a 4,531%, contra 4,503%.

lo/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG