Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Wall Street se recupera

A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta terça-feira, apesar de um mercado deprimido pelo acúmulo de más notícias econômicas, graças a uma recuperação no fim da sessão: Dow Jones ganhou 1,38% e o Nasdaq, 0,08%.

AFP |

Segundo os números definitivos de fechamento, o Dow Jones Industrial Average (DJIA) subiu 151,71 pontos, a 8.424,75 unidades, e o Nasdaq 1,22 ponto, a 1.483,27.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 subiu 0,98% (8,36 pontos), fechando a 859,11.

Wall Street teve mais uma sessão de suspense nesta terça-feira, caindo 200 pontos durante a tarde, antes de se recuperar no final do dia.

"Estamos esperando que a situação se estabilize", comentou Gregori Volokhin, da Meeschaert New York, lembrando a forte alta dos índices registrada pela manhã.

"A cada boa notícia que chega, vêm outras dez ruins", acrescentou o analista.

Os investidores ficaram atentos aos acontecimentos em Washington durante todo o dia. O presidente do Federal Reserve (Fed) americano, Ben Bernanke, e o secretário do Tesouro, Henry Paulson, falaram nesta terça-feira.

Criticado pelos parlamentares sobre os resultados de seu plano de resgate do sistema financeiro, Paulson rejeitou novamente utilizar parte de sua verba de 700 bilhões de dólares para apoiar o setor automobilístico, como querem os democratas.

O plano de resgate financeiro "não é a panacéia para todas nossas dificuldades econômicas", sentenciou.

Para Volokhin, "não se trata apenas de salvar os bancos, mas de salvar a economia".

Os mercados acompanharam em seguida a audiência dos patrões dos três maiores construtores automobilísticos americanos, que insistiram na interdependência de suas empresas e afirmaram que a falência de uma delas poderia provocar um efeito dominó.

O mercado das obrigações terminou em alta. O rendimento do bônus do Tesouro de 10 anos caiu para 3,535%, contra 3,684% na noite de segunda-feira, e o de 30 anos para 4,144%, contra 4,206% na véspera.

 

Leia tudo sobre: wall steet

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG