Tamanho do texto

SÃO PAULO - As bolsas dos EUA abriram em alta neste último pregão do ano. Wall Street iniciou o dia impulsionada pela notícia de que o Tesouro norte-americano irá disponibilizar recursos para o resgate da GMAC, braço financeiro da General Motors.

O plano do governo para ajudar a montadora somará US$ 6 bilhões. O Tesouro dos EUA vai aportar US$ 5 bilhões na GMAC e irá emprestar US$ 1 bilhão diretamente para recapitalizar a GM.

Diante da novidade, o setor automobilístico guia os ganhos desta terça-feira. As ações da GM apresentaram alta de 11% e as da Ford avançaram 5,4% na abertura do mercado.

Os investidores analisam agora os indicadores dos EUA que, no entanto, não estão colaborando. O Índice de confiança do consumidor nos EUA caiu ao pior nível desde 1967. Além disso, os preços das residências norte-americanas, medidos pelo índice S & P/Case-Shiller, registraram queda recorde de 18% em 12 meses até outubro
Há pouco, o Dow Jones, principal indicador da Bolsa de Nova York, avançava 0,81% para 8.552,58 pontos. O Standard & Poor´s 500 ganhava 0,98%, a 877,92 pontos. O Nasdaq Composite, termômetro da bolsa do setor de tecnologia, tinha alta de 1,23%, para 1.528,96 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)