Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Wall Street intensifica perdas no fim do pregão

SÃO PAULO - Depois de um pregão de fortes oscilações, os mercados acionários de Wall Street tiveram piora expressiva no fim do pregão. O Dow Jones Industrial caiu 2,4%, aos 8.

Valor Online |

175,77 pontos. O S & P 500 perdeu 3,2%, ficando em 848,92 pontos. O Nasdaq declinou 3%, a 1.505,9 pontos.

A metade inicial da jornada tirou ânimo da notícia de que as vendas de casas novas nos Estados Unidos subiram 2,7% em setembro, para uma taxa anual de 464 mil unidades. O resultado foi melhor do que o esperado pelos analistas e permitiu uma recuperação do estímulo à compra de ações.

Esse incentivo, porém, não se sustentou e foi anulado pelos crescentes temores de crise na economia real. Para essa mudança de raciocínio foi fundamental a nova queda das cotações do petróleo. Os contratos futuros da commodity fecharam no nível mais baixo em 17 meses, pressionados pelo receio de que a desaceleração econômica vá diminuir a demanda pelo produto.

O destaque negativo das 30 ações componentes do Dow Jones foi a General Motors, que recuou 8,4% após a agência de classificação de risco Moody´s rebaixar novamente o rating de crédito da montadora. Também tiveram fortes quedas a Boeing (-6,4%), Walt Disney (-5,5%)e DuPont (-5,2%).

Por outro lado, as ações da Verizon ganharam 10,1% no pregão de hoje. O lucro líquido da operadora de telecomunicações cresceu 31,3% no terceiro trimestre, para US$ 1,66 bilhão.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG