Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Wall Street fecha em alta graças a ação sobre Fannie Mae e Freddie Mac

A Bolsa de Nova York encerrou a segunda-feira em alta, depois que as autoridades americanas assumiram o controle das gigantes americanas do refinanciamento hipotecário Fannie Mae e Freddie Mac, tranqüilizando os investidores em relação às perspectivas do mercado imobiliário e do setor financeiro: Dow Jones ganhou 2,58%, e Nasdaq, 0,62%.

AFP |

O Dow Jones Industrial Average (DJIA) subiu 289,78 pontos, a 11.510,74 unidades, enquanto o índice Nasdaq, de alto componente tecnológico, avançou 13,88 pontos, terminando a 2.269,76 unidades, segundo números definitivos do fechamento.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 pontos subiu por sua vez 2,05%, a 25,48 pontos e 1.267,79 unidades.

Depois de uma semana difícil, Wall Street "deu um suspiro de alívio depois que as autoridades (americanas) assumiram o controle de Fannie Mae e Freddie Mac", explicou Art Hogan, da Jefferies.

O Tesouro americano anunciou no domingo que assumiria o controle dos dois organismos de refinanciamento hipotecário do país, cujo futuro preocupava o mercado há meses.

Entre as medidas anunciadas, que devem durar enquanto os dois grupos estiverem sendo reformados, há a injeção de até 200 bilhões de dólares por parte do Tesouro americano para ajudar Freddie e Fannie a estabilizar suas finanças.

"Uma incerteza maior do mercado foi suspensa", resumiu Al Goldman, da Wachovia.

"É, pelo menos a princípio, o fim do problema: sim, os contribuintes terão que pagar a conta, mas é a melhor solução", afirmou, advertindo que o mercado hipotecário "irá reviver e as taxas de juros voltarão a cair".

No mercado obrigatório, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos aumentou a 3,665%, contra 3,660% na noite de sexta-feira, e o dos títulos a 30 anos caiu a 4,269%, contra 4,276%.

gmo/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG