A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta segunda-feira, sustentada pelos papéis de energia, após o anúncio de uma aquisição gigantesca por parte da número um do setor do petróleo, ExxonMobil: Dow Jones ganhou 0,28% e Nasdaq, 0,99%.

O Dow Jones Industrial Average subiu 29,55 pontos, a 10.501,05 unidades, passando dos 10.500 pontos pela primeira vez desde 1º de outubro de 2008.

O Nasdaq avançou 21,79 pontos, a 2.212,10 unidades, e o índice ampliado Standard and Poor's 500 subiu 0,70% (7,70 pontos), a 1.114,11.

"É um mercado que sobe com o impulso da recuperação, não há motivo para mudar de opinião", estimou Gregori Volokhine, da Meeschaert Nova York.

O setor da energia foi o mais destacado após o anúncio de que a gigante ExxonMobil comprará a também americana XTO Energy, por 41 bilhões de dólares.

Apesar da oferta generosa, a ação da Exxon caiu 4,31% e segurou parcialmente o Dow Jones.

Do mesmo modo que as Bolsas da Europa, Nova York aproveitou as novidades sobre Dubai, que foi socorrido por seu vizinho Emirados Árabes Unidos com 10 bilhões de dólares.

No mercado de obrigações, os bônus do Tesouro a 10 anos subiram a 3,546%, contra 3,540% na sexta-feira. O papel a 30 anos caiu a 4,475%, contra 4,497%.

gmo/LR/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.